Cuidados da Higiene Oral

É importante relembrar que não é apenas a qualidade dos alimentos e da alimentação que deve ser o centro da atenção, de constante preocupação e interesse, mas também o acto de mastigar. O cuidado com os dentes deve ser constante, bem como com a boca e as gengivas. Qualquer problema que prejudique a mastigação – feridas na boca ou nas gengivas, cáries dentárias, tártaro, aftas, etc – pode interferir, indirectamente, no processo da digestão, uma vez que a trituração adequada dos alimentos fica comprometida.

Aquelas pessoas, principalmente as mais idosas, que precisam de próteses dentárias, devem ter especial atenção na colocação das mesmas, uma vez que as perdas de tecido ósseo e de massa muscular associadas ao avançar da idade levam a alterações na dimensão das gengivas, o que causa feridas na boca e dificuldade na mastigação.

Por exemplo, durante a refeição podemos apreciar os alimentos, observando as formas e as cores, sentindo o aroma e só depois o paladar. Saborear a refeição, mastigando com serenidade, é um momento de prazer.

Provavelmente, saímos da mesa mais calmos, leves e bem dispostos, para realizarmos qualquer tipo de actividade.

MAIS ARTIGOS
  • Como Fazer a Higiene Oral
    É importante saber como fazer a higiene oral para prevenir
  • Gengivite tratamento
    A gengivite é inflamação da gengiva, a placa mal limpa
  • Placa Bacteriana
    A placa bacteriana é uma película aderente e transparente constituída
  • Enviar Comentário